O Francês no Brasil em Todos os Sentidos

Como parte dos eventos que comemoraram o Ano da França no Brasil, a mostra “O Francês no Brasil em Todos os Sentidos” foi a quinta a ocupar o espaço de exposições temporárias no Museu da Língua Portuguesa. Nos mais variados aspectos, ela enfatizava os encontros entre as culturas francesa e brasileira.

Por meio da cenografia, que imitava uma cidade em diversos espaços, o visitante podia descobrir curiosidades como os nomes dos passos de balé que têm origem francesa. Da mesma forma, a tão conhecida quadrilha, parte fundamental na cultura popular aqui no Brasil, é uma dança típica da França, famosa nos palácios e mansões da corte.

Na virada do século XIX para o XX, os acadêmicos se correspondiam por meio de cartas, e a língua usada era o francês, como as cartas entre o escritor Victor Hugo e o poeta Castro Alves.

Palco de conquistas, na França, as praças representaram espaços de lutas no período da Revolução Francesa na busca pela democracia.

Mais que a celebração de duas culturas e seus encontros, a exposição procurou mostrar, a brasileiros e franceses, o quanto suas culturas têm em comum.

Curiosidades

Na França, a expressão “sair à francesa” é conhecida como “sair à inglesa”;
A França é o país mais visitado do mundo;
O autêntico champanhe é produzido na região de Champanhe-Ardenne.