Museu da Língua Portuguesa terá espaço na 25ª Bienal do Livro de São Paulo

O Museu da Língua Portuguesa terá um espaço na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que será realizada entre os dias 03 e 12 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi (Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana). O estande reproduzirá parte da experiência do equipamento cultural, que atualmente está em reconstrução.

A principal atração do espaço é uma reprodução da Praça da Língua, experiência-símbolo do Museu da Língua Portuguesa. Trata-se de uma espécie de “planetário do idioma”, composto por imagens e áudio, além de uma antologia da literatura brasileira escolhida por José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski.

Na Bienal, o Museu da Língua Portuguesa também terá a Praça Educativa, que oferecerá curiosidades sobre regiões que falam português, apresentará peculiaridades de regionalismos e temporalidade sobre a língua e dará aos visitantes uma chance de criar suas histórias.

Primeiro museu no mundo totalmente dedicado a um idioma, o Museu da Língua Portuguesa foi inaugurado na Estação da Luz, prédio-símbolo de São Paulo, em 2006. Recebeu aproximadamente 4 milhões de visitantes em dez anos de funcionamento.

O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Tem como patrocinador máster a EDP, patrocinadores Grupo Globo, Grupo Itaú e Sabesp e apoio do Governo Federal, por meio da lei federal de incentivo à cultura. O IDBrasil é a organização social responsável pela gestão do Museu. Mais informações sobre histórico e reconstrução em http://museudalinguaportuguesa.org.br/