Dia da Língua Portuguesa – 2018

Dia Internacional da Língua Portuguesa foi celebrado com programação cultural gratuita, na estação da luz. Shows de música, oficinas, ‘slam’, contação de histórias e exposição foram realizados como parte das ações culturais e educativas do Museu da Língua Portuguesa.

Período 3, 4 e 5 de maio de 2018

O Dia Internacional da Língua Portuguesa, comemorado em 5 de maio, foi celebrado em 2018 com três dias de educação e cultura na Estação da Luz, em São Paulo. A programação cultural, gratuita e aberta ao público, partiu da pergunta “Qual é a sua língua portuguesa?” para percorrer a riqueza de sotaques e influências deste idioma: elo que ao mesmo tempo une e torna singulares os 9 países onde a língua portuguesa é falada (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste).

A iniciativa, realizada pela primeira vez em 2017, reuniu na edição de 2018 shows de música, apresentação de ‘slam’ (poesia falada), exposições, contação de histórias e oficinas, que uniram tecnologia e múltiplas linguagens artísticas. Sob os temas “Escritoras contam a história da língua portuguesa”, “A palavra como imagem”, “Poesia falada” e “O som das palavras”, a programação incluiu, entre outras atrações, um show da cantora e percussionista moçambicana Lenna Bahule e uma performance da dupla de artistas audiovisuais VJ Suave, em que triciclos adaptados foram utilizados para projeções nas paredes da estação. Já a atriz Andi Rubinstein contou histórias de mulheres escritoras de Moçambique, do Brasil e Portugal. Nessa mistura, o sarau de slammers, com curadoria da artista Roberta Estrela D’Alva, trouxe os sotaques das periferias, enquanto o show do grupo de rappers indígenas Bro MC’s uniu português e guarani.

No primeiro dia da programação cultural, 3 de maio, foi inaugurada a exposição “Imagens da Reconstrução”, com fotografias de Tuca Reinés e Beto Guimarães que retrataram a restauração das fachadas e esquadrias do Museu
da Língua Portuguesa. No saguão da Estação, foram apresentadas informações sobre os países de língua portuguesa. Outro destaque da celebração do Dia Internacional da Língua Portuguesa foram as oficinas de montagem de maquetes da Estação da Luz, em que o público pode refletir sobre a reconstrução do edifício e a preservação do patrimônio histórico e construir maquetes em papel da Estação.

A celebração do Dia Internacional da Língua Portuguesa foi uma realização da Fundação Roberto Marinho e do Governo do Estado de São Paulo, com apoio da EDP, Grupo Globo e Itaú Cultural.

 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras